NOME

Chicarron

Tanaka explora um mundo de ilusões que se amarra entre realidade e fantasia. Movendo-se de um lugar para outro, usa  imagens familiares e improváveis que tomadas, em diferentes registros, ritmos e sentidos, fragmenta as fronteiras entre o corpo político e o nosso próprio corpo. Há situações em que não há controle e ao que parece, nem como evitar, como a repetição compulsiva numa relação em que tempo e  espaço são distorcidos, compactados em distâncias a serem superadas. Mas tudo pode ser diferente se retomarmos a estrada, o aleatório dos encontros e os fluxos inesperados.

Tanaka explores a world of illusions that is bound between reality and fantasy. Moving from one place to another, he uses familiar and improbable images that, taken in different contexts, rhythms and senses, fragment the boundaries between the political body and our own body. There are situations in which there is no control and it seems, nor how to avoid it, such as compulsive repetition in a relationship in which time and space are distorted, compressed into distances to be overcome. But everything can be different if we resume the road, the random encounters and the unexpected flows. 

asianmanrecords.com
Japão