DELÍRIO INDUZIDO

Julia Baumfeld

DELÍRIO INDUZIDO 1
DELÍRIO INDUZIDO 2
DELÍRIO INDUZIDO 3
DELÍRIO INDUZIDO 4
DELÍRIO INDUZIDO 5
DELÍRIO INDUZIDO 6

I
Ao longo da minha vida assisti a maior montanha do horizonte se transformar em um buraco profundo. Em 2019 a lama de metal que estava em seu interior se rompeu e matou brutalmente pessoas, plantas, bichos e o rio.

II
Me mudei para esse apartamento pouco tempo antes da quarentena se iniciar. Moro sozinha, o som da solidão não é mais o mesmo.

III
Começo a conhecer a vizinhança e sentir os arredores do prédio através da janela e da sonoridade, que se torna cada vez mais evidente. Sinto um peso que se agrava dia após dia de isolamento.

IV
A loucura do exterior começa a me afetar. Coisas que não pertencem a mim, e sim a vizinhos, modifica todo o meu estado emocional, até alterar meu bem estar na minha própria casa.

V
O lar que construí não me parece mais confortável. Não consigo mais pertencer aquele lugar como antes. Não me sinto mais segura ao entrar ou ao sair, ou mesmo quando estou em seu interior.

VI
Na janela, por trás das cortinas, me escondo da mesma maneira que fazia quando criança, no desejo de não ser vista, em busca de uma proteção que só existe no campo invisível.

 

 

Julia Baumfeld 2020

Orientador I Pedro David